sábado, 21 de maio de 2011

Informações orais ou verbais

Vamos, agora, falar um pouco sobre as informações orais ou verbais que vocês realizam em seus trabalhos tais como: entrevistas, questionários e outras. Nesses procedimentos vocês recebem como forma de documento os depoimentos das pessoas que fizeram parte do universo de suas pesquisas.
A norma diz o seguinte a respeito desse caso:
Quando se tratar de dados obtidos por informação verbal, indicar, entre parênteses, a expressão informação verbal, mencionando-se os dados disponíveis, em nota de rodapé. 
Quero dizer, aqui, para vocês que toda norma pode ser interpretada para uma melhor adequação à clientela.
Quando comecei a normalizar trabalhos científicos, bati de frente com a clientela a respeito desse item, ou seja, colocação dos dados da citação da informação verbal em nota de rodapé. Os professores orientadores e os alunos me procuraram e colocaram que o texto ficaria muito pesado se todas as vezes que eles quisessem fazer uma citação de um dos entrevistados utilizassem a forma como a norma manda.
E, eles sugeriram o seguinte: na parte da metodologia eles especificariam quantas pessoas iriam pesquisar e como cada uma seria denominada ao longo do trabalho sempre que surgissem citações das mesmas. Geralmente utilizam nomes fictícios para não comprometer o entrevistado.
E, diante das explicações fundamentadas dos mesmos, resolvi aceitar as sugestões colocadas. Realmente, foi uma decisão que beneficiou a todos, principalmente o leitor. Nesse caso o leitor ficou livre de todas as vezes que encontrasse uma fala de alguém ter de descer às notas de rodapé. Com a aceitação dessa colocação feita pela clientela tudo fluiu de uma forma mais leve.

Um exemplo simples para que vocês entendam mais ou menos a essência do que foi dito acima.
Na parte referente a metodologia os autores dos trabalhos científicos teriam que identificarem seu universo de pesquisa e mostrar como as pessoas pesquisadas seriam denominadas ao longo do trabalho e poderia ficar mais ou menos assim:

Exemplo:

Nossa pesquisa foi realizada em duas escolas localizadas na região leste do Rio Grande do Norte. Em cada escola  foram entrevistados um diretor, um professor e um aluno. Essas entrevistados serão identificadas ao longo do trabalho por Diretor A, Diretor B, Professor A, Professor B, Aluno A e Aluno B.

Vamos supor que já tenhamos terminado a parte referente à metodologia e, mas na frente tenhamos que citar uma fala de um desses entrevistados. Vejam como ficaria:

Segundo o Professor A “A educação do Estado está crescendo de maneira satisfatória.”

Mas é claro e evidente que “A educação do Estado está crescendo de maneira satisfatória.”(Professor A).

Notem que a mesma forma de identificação das falas  é utilizada tanto dentro como fora dos parênteses. Lembrem-se que na parte referente a metodologia foi dito que essa seria a forma como seria identificado o depoimento das pessoas. E, você terá que utilizá-la tal qual você colocou na metodologia do trabalho.

Quero frisar, aqui, que esse exemplo é algo muito simples só para que vocês tenham uma ideia bem prática de como pode desenvolver essa questão no seu trabalho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário