sábado, 21 de maio de 2011

Apresentação de trabalhos científicos

Estrutura

ESTRUTURA – TRABALHO ACADÊMICO
1-Parte externa
2-Parte interna
1.1 - Capa (obrigatório)
2.1 - Elementos pré-textuais

Folha de rosto (obrigatório)
Errata (opcional)
Folha de aprovação (obrigatório)
Dedicatória (opcional)
Agradecimentos (opcional)
Epígrafe (opcional)
Resumo na língua vernácula   (obrigatório)
Resumo na língua estrangeira (obrigatório)
Lista de ilustrações (opcional)
Lista de tabelas (opcional)
Lista de abreviaturas e siglas (opcional)
Lista de símbolos (opcional)
Sumário (obrigatório)
1.2 - Lombada (opcional)
2.2 - Elementos textuais
Introdução
Desenvolvimento
Conclusão
2.3 - Elementos pós-textuais

Referências (obrigatório)
Glossário (opcional)
Apêndice (opcional)
Anexo (opcional)
Índice (opcional)


1 Detalhando a parte externa:

Capa: elemento obrigatório, onde as informações são transcritas na seguinte ordem:
·         nome da instituição
·         nome do autor
·         título
·         subtítulo(se houver)
·         local
·         ano de depósito (da entrega)
Lombada:Elemento opcional.

Observações: Há  postagens anteriores com exemplos de capa.


2 Detalhamento a parte interna

2.1 Elementos pré-textuais

 
 Folha de rosto: elemento obrigatório.


ANVERSO
VERSO
  nome do autor



  ficha catalográfica
 (elaborada por um bibliotecário)
  título
  subtítulo (se houver)
  finalidade do trabalho
  nome do orientador e do co-orientador (se houver)
  local(cidade) da instituição onde deve ser apresentado;
  ano de depósito (da entrega)




Observação: Temos postagem anterior com exemplo de folha de rosto.
Errata
Elemento opcional. Deve ser inserida logo após a folha de rosto, constituída pela referência do trabalho e pelo texto da errata. Apresentada em papel avulso ou encartado, acrescida ao trabalho depois de impresso.

Exemplo:

ERRATA

FERRIGNO, C. R. A. Tratamento de neoplasias ósseas apendiculares com reimplantação de enxerto ósseo autólogo autoclavado associado ao plasma rico em plaquetas: estudo crítico na cirurgia de preservação de membro em cães. 2011. 128 f. Tese (Livre-Docência) – Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011.



FOLHA
LINHA
ONDE SE LÊ
LEIA-SE
16
10
autoclavado
auto clavado




Folha de aprovação: elemento obrigatório. Deve ser inserida após a folha de rosto. Constituída pelo: 
·         nome do autor
·         título
·         subtítulo (se houver)
·         natureza do trabalho
·         data da aprovação
·         nome, titulação dos membros componentes da banca examinadora, bem como o das    instituições a que eles pertencem
Observação: Temos exemplo de folha de aprovação em postagens anteriores. Confiram.

 
Dedicatória: elemento opcional, que contém o oferecimento do trabalho a determinada pessoa ou pessoas. Deve ser inserida após a folha de aprovação.

Agradecimentos: Folha opcional, contendo manifestação de reconhecimento a pessoa(s) e/ou instituição(ões) que realmente contribuiu(iram) com o autor devendo ser expresso(s) de maneira simples e sóbria. Deve ser inserida após a folha de aprovação.
                            
Epígrafe: elemento opcional. Deve ser inserida após os agradecimentos. Podem também constar epígrafes nas folhas de abertura das seções primárias. A epigrafe é a apresentação de uma citação, seguida de indicação de autoria relacionado com a matéria tratada no corpo do trabalho.

Observação: Há uma postagem anterior com um exemplo de epígrafe. Lá você verá a estrutura da mesma. Atenção para a forma de colocação da citação do autor. Vá até lá e confira.

Resumo na língua vernácula

·           elemento obrigatório
·           deve dar uma visão rápida e clara do conteúdo
·           apresentação concisa dos pontos relevantes de um texto
·           redigida em parágrafo único
·           redigido pelo próprio autor
·           utilizar espaço 1,5
·           não deve ultrapassar 500 palavras
·           seguido das palavras-chaves



 Resumo em língua estrangeira.

·          elemento obrigatório
·          versão do resumo em português em um idioma de divulgação internacional ( em inglês (Abstract), em espanhol(Resumen), em francês( Resumée),....


Observação: Temos exemplo de resumo em postagens anteriores. Vá até lá e confiram sua estrutura.

Lista de Ilustrações - Elemento opcional.Já temos uma postagem bem recente sobre esse tipo de lista. Vá até lá e confira.

Lista de tabelas - elemento opcioanl. Já temos uma postagem sobre o assunto. Confira.

Lista de abreviaturas e siglas 
Elemento opcional. Consiste na relação alfabética das abreviaturas e siglas utilizadas no texto, seguida das palavras ou expressões correspondentes grafadas por extenso.

Exemplo:

ABNT         Associação Brasileira de Normas Técnicas

IBGE          Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

INMETRO  Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial
Lista de símbolos
Elemento opcional. Elaborado de acordo com a ordem apresentada no texto com devido significado.

Exemplo:

dab     Distância euclidiana

O(n)   Ordem de algoritmo

 
Sumário
Elemento obrigatório. Já temos exemplo em postagens anteriores.Vá até lá e confira o exemplo de sumário.

2.2 Elementos textuais
Introdução
Desenvolvimento
Conclusão

2.3 Elementos pós-textuais
Referências   - elemento obrigatório
Glossário       - elemento opcional
Apêndice       - elemneto opcional
Anexo            - elemento opcional
Índice            - elemento opcional

Referências
Elemento obrigatório.
É o conjunto de elementos destinados à identificação de um documento, no todo ou em parte, registrado em suportes convencionais e não-convencionais. Somente são relacionadas as fontes citadas pelo autor em seu devido trabalho científico. As obras devem ser organizadas em ordem alfabética. Cada referência deve ser digitada com espaço simples e separadas entre si por um espaço simples em branco.

Glossário
Elemento opcional. É a relação de palavras de uso restrito, utilizadas no texto, acompanhadas das respectivas definições, com o objetivo de esclarecer o significado dos termos empregados no trabalho.

Apêndice – Elemento opcional. É um documento autônomo elaborado pelo próprio autor, a fim de completar o trabalho.

EXEMPLO

APÊNDICE A - Avaliação numérica de células inflamatórias.

E logo depois desse enunciado você colocaria essa avaliação das células. Folha depois de pronta será colocada, evidentemente, no final de seu trabalho logo após as referências.

Veja qua a palavra apêndice é colocada em caixa alta seguida de letras maiúsculas consecutivas e logo após aparece o hífen seguido pelo seu respectivo título. Você colocará o enunciado dos seus apêndices dessa forma.

Quando for necessário citar no interior do trabalho construa a frase de uma forma que ele apareça entre parênteses. Veja exemplo abaixo:

As pessoas que foram pesquisadas sobre o assunto referido receberam um questionário (APÊNDICE A) que deveria ser respondido no exato momento em que o recebiam.


Anexo 
Elemento opcional.
É um documento não elaborado pelo próprio autor mas que serve de fundamentação, comprovação e ilustração.Segue a mesma forma de apresentação do apêndice.

Observação: Tanto os apêndice(s) como os anexo(s) são identificados através de letras maiúsculas consecutivas e respectivos títulos. Ex.:APÊNDICE A-; APÊNDICE B-; ANEXO A-; ANEXO B-.


Índices
Elemento opcional.È uma lista de palavras ou frases, ordenadas segundo determinado critério, que localiza e remete às informações contidas no texto.

Geralmente os trabalhos só apresentam anexos e apêndices. Lembre-se que dos elementos pós-textuais somente o elemento referências é obrigatório
FORMATO
Os textos devem ser digitados em cor preta, podendo utilizar outras cores somente para as ilustrações.
Formato do papel A4(21 cm x 29,7 cm).
Os elementos pré-textuais devem aparecer  no anverso da folha, com exceção da ficha catalográfica que deve vir no verso da folha de rosto. Agora a novidaderecomenda-se que os elementos textuais e pós-textuais sejam digitados no anverso e verso das folhas.
Veja que a norma recomenda não manda. Portanto você poderá continuar utilizando a forma anterior. Lembrem-se que na forma anterior tudo era escrito no anverso das folhas com exceção apenas para a ficha catalográfica. E, poderá continuar ser feito assim. Lembrando, novamente, recomendar não é mandar. Fica a seu critério.
Se for aplicar o que a nova norma recomenda é necessário dar atenção as margens.
Portanto, bastante atenção.
As margens devem ser: para o anverso, esquerda e superior de 3 cm e direita e inferior de 2 cm; para o verso, direita e superior de 3 cm e esquerda e inferior de 2 cm.
Recomenda-se a fonte 12 para todo o trabalho, inclusive capa, excetuando-se citações com mais de três linhas, notas de rodapé, paginação, legendas e fontes das ilustrações e das tabelas, que devem ser em tamanho menor e uniforme.
Eu, particularmente, indico fonte 10 para as notas de rodapé e fonte 11 para  citações com mais de três linhas,  paginação, legendas e fontes das ilustrações e das tabelas.
ESPAÇAMENTO
Todo texto deve ser digitado com espaçamento 1,5 entre as linhas.
Exceção: citações de mais de três linhas, notas de rodapé, referências, legendas das ilustrações e das tabelas, natureza do trabalho que devem ser digitados em espaço simples.
As referências, ao final do trabalho, devem ser separadas entre si por um espaço simples em branco. Reforçando: cada referência deve ser digitada com espaço simples e separada umas das outras por um espaço simples em branco.
Notas de rodapé
As notas devem ser digitadas dentro das margens, ficando separadas do texto por um espaço simples de entre as linhas e por filete de 5 cm, a partir da margem esquerda. Devem ser alinhadas, a partir da segunda linha da mesma nota, abaixo da primeira letra da primeira palavra, de forma a destacar o expoente, sem espaço entre elas e com fonte menor. Como já disse recomendo fonte 10 para as notas de rodapé.
Nota: Antes o filete era de 3 cm, mas dificilmente, conseguíamos colocar essa metragem.
Reforçando: não colocamos espaço diferenciado entre as notas de rodapé. O que fica destacado é o expoente, pois não podemos escrever embaixo do mesmo.O conteúdo das notas devem começar, sempre, embaixo da letra da linha antecedente, (repetindo - deixando em destaque o expoente

 
Ilustração é a designação genérica de imagem, que ilustra ou elucida um texto.

Considera-se ilustração: desenhos, esquemas, fluxogramas, fotografias, gráficos, mapas, organogramas, plantas, quadros, retratos, plantas, figuras, imagens entre outras.

Importante: qualquer que seja o tipo de ilustração, sua identificação aparece na parte superior, precedida da palavra designativa (desenho, quadro e outras)seguida de seu número de ordem de ocorrência no texto, em algarismos arábicos, travessão e do respectivo título.

Após a ilustração, na parte inferior, indicar a fonte consultada (elemento obrigatório, mesmo que seja de produção do autor), legenda, notas e outras informações necessárias à sua compreensão(se houver). A ilustração deve ser citada no texto e inserida o mais próximo possível do trecho a que se refere.
Vejam exemplo abaixo:
                É o que podemos verificar nos quadro abaixo expostos na Conferência proferida pela Professora Nilda Teves sobre Educação de Jovens e Adultos: quando da abertura do Curso de Especialização: Linguagens e Educação.
                                         Quadro 1 – Como aprendemos.

1% através do gosto
1,5% através do tato
  3,5%através do olfato
    11% através da audição
  83% através da visão
                                          Fonte: Teves (2006)
                         
Observação: antes a identificação era na parte inferior junto com a fonte e quando a ilustração era de autoria do autor do trabalho não era indicada a fonte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário